Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Canto de conversas

Umas vezes em modo Zen, outras nem por isso

Canto de conversas

Umas vezes em modo Zen, outras nem por isso

30 Jan, 2017

Mudei

Ou melhor, aproximei mais. A querida Gaffe resolveu que este Canto de Conversas teria o privilégio de ter um template feito por ela. E como ela me 'leu' bem. Sem me conhecer pessoalmente, sem me fazer perguntas, elaborou um header com uma personagem que tem quase tudo de mim. Tímida, observadora, ligada às minhas raízes, sem artifícios. É assim que sou, é assim que vejo aquela pessoa do header quando fixo o olhar nela.

 

Já lhe agradeci, mas para mim um obrigada nunca é demais. Muito obrigada Gaffe.

Que já não é do momento pois li-a num fôlego só, sempre com a sensação de ter um punho a socar-me o estômago. Não é um livro deprimente, como uma colega sugeriu que poderia ser. É um livro revoltante. Revolta por toda a apatia de quase todos os intervenientes. Revolta por causa da atitude da Direcção da escola. Revolta pela falta de responsabilização de todos aqueles miúdos. Revolta pela (falta de) resposta frente a este problema gravíssimo. Revolta.

Um livro que todos - país, filhos, professores, políticos, pessoas em geral- deveriam ler.

(Costumo escrever sobre os livros que leio no Goodreads, mas achei que era importante escrever também aqui)

Pág. 1/4