Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Canto de conversas

Umas vezes em modo Zen, outras nem por isso

Canto de conversas

Umas vezes em modo Zen, outras nem por isso

Dores de estômago

Carla, 21.09.17

Uma das "condições" da minha profissão e mais propriamente do cargo que desempenho é a confidencialidade. E respeito integralmente essa imposição, percebendo perfeitamente o porquê.

Mas existe o lado preverso da questão, pois por vezes (felizmente muito raramente) tomo conhecimento de coisas que me deixam com o estômago às voltas, sabendo que nada posso fazer para as alterar.

Acabei de assistir a uma conversa em que sei que mentiram com os dentes todos, mas por dever dessa confidencialidade, não o posso revelar.

Felizmente sei que a mentira não irá prejudicar a pessoa a quem foi dita, apenas a iria por mais maldisposta. Assim sou só eu que fico a ferver por dentro.

 

...

Carla, 18.09.17

Depois de ter deixado o telemóvel esquecido no trabalho e, por consequência, um fim de semana completamente offline e relativamente tranquilo, eis que surge uma segunda feira que parece saída de um filme de terror.

Eu só espero que seja só mesmo hoje, porque se for assim a semana toda, acho que fujo!

É sempre assim

Carla, 06.09.17

c6aae0af7d2790dd1241e5625d72c7ff.jpg

Acabam as férias, começa setembro, o trabalho e as escolas e há esta vontade do tempo mais fresco, roupas mais aconchegantes, das bebidas quentes e dos livros embrulhados em mantas. Até a luz do final do dia, que já se vai apagando mais cedo, é diferente.

 

Sou mesmo Outono.

Conclusões sobre as minhas férias

Carla, 01.09.17

• Cada vez gosto mais de descansar nas férias. Andar de terra em terra, visitar museus monumentos e afins cada vez combina menos comigo. Praiar, esplanar, petiscar cada vez mais.

• Nunca li tão pouco como nestas férias. Nem parecia eu.

• Recorde de almoço mais tardio: 5 horas da tarde. Recorde de pequeno almoço mais tardio: 10.30h da manhã. 

• Os miúdos mais novos estão cada vez mais autónomos e isso é muito bom quando estamos de férias e queremos descansar. Por outro lado, parece que embirram cada vez mais um com o outro, o que é muito chato quando estamos de férias e queremos descansar.

• Não podendo estar de férias 52 semanas por ano, 4 semanas de férias seguidas é maravilhoso.

• Dias com sol e temperaturas de 27, 28, 29ºC são os dias perfeitos para umas férias de verão.

• Eu podia viver de férias sempre. Trabalhar não é comigo e digo-o em voz alta sem qualquer problema, quero lá saber se me olham de lado.

• Não preciso de hotéis de 5 estrelas para ser feliz. O campismo em roulote é tão bom e não dá assim tanto trabalho como acham.

 

E agora, como não trabalhar não é, infelizmente, uma hipótese próxima, volto ao batente e à rotina do dia-a-dia de trabalhadora.

Mas mais relaxada e com um tom de pele mais bonito.