Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Canto de conversas

Umas vezes em modo Zen, outras nem por isso

Canto de conversas

Umas vezes em modo Zen, outras nem por isso

20.10.22

Desabafos


Carla

És sempre aquela pessoa compreensiva até que resolves deixar de ser. Hoje foi o dia. 

Detesto que me "comam" por parva e quando toca aos meus, viro fera. Atirar areia para os meus olhos quando a realidade está ali mesmo à minha frente?

Posso ser calada, reservada, mas contrabalanço com o grande poder de observação que possuo.

A pessoa deixa passar uma, duas, três vezes, mas tudo tem o seu limite. E chegou a hora de bater o pé. Se não forem burros, percebem. E pela tentativa de chamadas telefónicas e mensagens, acho que perceberam.

(Este é um texto confuso para quem lê, mas para mim faz todo o sentido)