Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Canto de conversas

Umas vezes em modo Zen, outras nem por isso

Canto de conversas

Umas vezes em modo Zen, outras nem por isso

31.08.19

Está quase


Carla

IMG_20190831_175248.jpg

Último sábado de férias. E já cheira a final de uma etapa e início de outra.

A mala de férias cede o lugar à mala de trabalho. Verificam-se os horários do autocarro, que já deixam de ser de verão na segunda feira. Acertam-se os despertadores (sim, mais que um) para não haver atrasos logo no primeiro dia do regresso ao trabalho.

Mas ainda é sábado. Ainda há um domingo inteirinho para aproveitar antes do recomeço de um novo ano de trabalho. Sem pressas, que essas começam na segunda. 

08.08.19

Finalmente de férias!


Carla

e nestes primeiros dois dias sem filhos e sem marido. Férias, na verdadeira acepção da palavra. 

Não havendo sol para ir à praia, há tempo para o sofá, onde acabei de terminar de ler o excelente livro "Estrada Subterrânea", e onde começo a pensar em qual o próximo a ler.

74456e3706af6ae79df0f31e61ff38df.jpg

 

01.09.17

Conclusões sobre as minhas férias


Carla

• Cada vez gosto mais de descansar nas férias. Andar de terra em terra, visitar museus monumentos e afins cada vez combina menos comigo. Praiar, esplanar, petiscar cada vez mais.

• Nunca li tão pouco como nestas férias. Nem parecia eu.

• Recorde de almoço mais tardio: 5 horas da tarde. Recorde de pequeno almoço mais tardio: 10.30h da manhã. 

• Os miúdos mais novos estão cada vez mais autónomos e isso é muito bom quando estamos de férias e queremos descansar. Por outro lado, parece que embirram cada vez mais um com o outro, o que é muito chato quando estamos de férias e queremos descansar.

• Não podendo estar de férias 52 semanas por ano, 4 semanas de férias seguidas é maravilhoso.

• Dias com sol e temperaturas de 27, 28, 29ºC são os dias perfeitos para umas férias de verão.

• Eu podia viver de férias sempre. Trabalhar não é comigo e digo-o em voz alta sem qualquer problema, quero lá saber se me olham de lado.

• Não preciso de hotéis de 5 estrelas para ser feliz. O campismo em roulote é tão bom e não dá assim tanto trabalho como acham.

 

E agora, como não trabalhar não é, infelizmente, uma hipótese próxima, volto ao batente e à rotina do dia-a-dia de trabalhadora.

Mas mais relaxada e com um tom de pele mais bonito.